ESCOLA DE NEGÓCIOS EUROPEIA DE BARCELONA | VÁRIAS OFERTAS DE MBA OU MESTRADOS

Educação

A mostrar 1–16 de 51 resultados

  • 0 out of 5
    3.250Kz 2.600Kz

    Era uma vez um Rei Velhinho e uma Rainha Velhinha que estavam tomados por um sentimento de tristeza sem explicação. Sendo assim, o Cágado e a Tartaruga resolvem empreender uma longa jornada em busca de uma solução para esse problema. Será que eles vão conseguir?

  • 0 out of 5
    3.600Kz 2.880Kz

    É um livro que descreve de maneira instigante e simplificada, a pouca ou quase nenhuma valorização daquilo que é do nosso continente. Costumamos vitimizar-nos, mas quem é autor do nosso subdesenvolvimento? Somos nós e não o estrangeiro! O oponente não existe, as barreiras não existem, e nem são provocadas pelos outros. Somos nós que criamos as dificuldades.

    Neste livro, António Pascoal Eduardo traz à luz temas que raramente, ou quase nunca, são valorizados por nós, na maioria dos casos são até mesmo ignorados, sob enfoques psicológicos, sociológicos e psicopedagógicos.

    Ao longo do texto, são destacados vários pensamentos e opiniões interessantes do autor.

  • 0 out of 5
    1.800Kz 1.440Kz

    “Regina III” é um livro que ninguém, independente da faixa etária, resistiria. Tem como personagem principal “Regina”, uma criança, imprevisível e traquina que deixa todos sem palavras. O livro chama-nos a atenção que é importante ser-se criança porque é o único momento da vida ao longo do qual somos seres celestes.

  • 0 out of 5
    3.250Kz 2.600Kz

    Esta é a história de um sapo, que vivia com complexos da sua cor, pois era o único da sua espécie naquela ilha.
    Certo dia foi obrigado a deixar a sua ilha, foi então que o sapo, Kivuvu, encontrou algo inesperado, um verdadeiro amigo.

  • 0 out of 5
    1.000Kz 800Kz

    “Massoxi” na escola está o nosso futuro que retrata a história de um menino preguiçoso que põe sempre a preguiça em primeiro lugar em detrimento dos estudos. Massoxi é mais um título que vem para enriquecer o mercado literário angolano dirigido para crianças, por ser um livro de fácil entendimento, tendo alguns traços de linguagem popular angolana de formas a que o público leitor se identifique.

  • 0 out of 5
    1.500Kz 1.200Kz

    Composto por três contos, “Estórias de Embalar” é uma obra rica infantil que transcende o seu cariz, porque acaba por ser bastante útil também para os pais. O Coelho Cenoura, A Cubata Girassol e a Formiguinha Cupalana dão vida a enredos bastante divertidos e educativos. Neles, abordam-se aspectos como a nutrição, exercícios físicos e como as crianças se podem divertir até em dias de chuva. Para os pais, há uma secção de pensamentos à reflectir, algumas dicas para passar tempo saudável com os seus “tesouros”, e dicas de regras de boa convivência para os pequenotes.

  • 0 out of 5
    3.250Kz 2.600Kz

    Livro infantil, escrito em português (Brasil) por Isabel Cintra, com ilustrações de Zeka Cintra. Selo Off Flip, capa mole, 23 x 23 cm, 32 páginas.

    O corvo José tinha um sonho desde menino: ser carteiro, igual aos pombos que ele via todos os dias voarem com a correspondência que iam distribuir pelos campos e cidades. Um dia enche-se de coragem e vai até à central dos correios pedir emprego. Mafalda, a velha coruja que dirige o serviço, acha que ele não serve para o trabalho, pois os pombos sempre tiveram essa função por uma razão muito simples: eles são brancos, simbolizam a pureza e a paz; imagina o que os animais pensariam ao verem um corvo se aproximar com a sua correspondência! Muito provavelmente acreditariam que vinham aí notícias ruins!

    Mais cedo do que pensa, porém, o nosso amigo corvo terá a sua grande oportunidade de mostrar ao mundo que a diferença traz muitas vantagens, no trabalho ou em qualquer outro aspecto da vida.

  • 0 out of 5
    1.800Kz 1.440Kz

    Eis Amor-Flor, o cão Cavalinho, retomando em seu dorso o dono. Desta vez vão pelas terras lendárias do Sudão. O Cão e o menino querem saber a história do continente, África. Em anteriores aventuras, a conversa tida com a Esfinge ̶ ela não dizendo nada disse algo que lhes despertou o interesse pelo conhecimento do passado ̶ e a postura nobre e majestosa de Ramsés II, altivo, exigindo honras e que se lhe recorde os dias gloriosos da história, decidiram-nos a esta nova viagem.

  • 0 out of 5
    2.000Kz 1.600Kz

    Composta pelo Sapo Sapinho Sapão, o Dj Gafanhoto, a Rosa, a Serpente Serpentinha Serpentona, o Macaco das bananas e o Avô Kafucafuca, “A Turma Do Sapo” decidiu sair dos palcos e eternizar as histórias em formato de livro. Numa linguagem simples e clara, a Turma, com as suas aventuras, envolve as crianças num ambiente divertido e cheio de cor.

  • 0 out of 5
    3.000Kz 2.400Kz

    Tal como bola de cristal, (re)vivemos o Mundo como o círculo em constante rotação. Passam as estações, rejuvenescem as folhas das árvores e dos livros, surgem pássaros novos, etc., mas, como não poderia ser de outra forma, as águas que passam, não voltam ao destino. É nesta vertente de dizeres que desta vez nos deparamos com Nady Santos, a carregar na sua bagagem literária, um estilo não pouco cultivado, mas, menos assumido entre os escribas emergentes, tal a coragem do mesmo ao apelida-lo “Prosa poética”. Nesta vertente, várias perguntas não se querem silenciar; o que pretende o autor, ao distanciar-se dos lugares já pisados e desenhar por si mesmo um destino prosaico-poético (en)volvido no seu eu? E as respostas não tardam aparecer, ao penetrarmos no íntimo dos versos que na sua maioria vimos estirar a grande superfície, quão vasta é a sua ideia ao identificar(se), (n)os variados momentos (re)encontrados a cada elemento que a sua terra, esta que é a causa maior do seu viver poesia nos traz!

  • 0 out of 5
    2.400Kz 1.920Kz

    “Vozes da Cidade” é um livro que reúne um conjunto de crónicas, monólogos e poemas da autoria de Mira Clock. Esta, com a sua forma simples e quase objectiva de narrar as questões humanas e sociais, ― mas que estão sobretudo presentes nos centros urbanos ― brinda os leitores com uma nova faceta literária, com temas que vão além do amor e dos sentimentos, em geral, para abordar alguns problemas que enfermam as sociedades actuais e consegue fazê-lo dando um toque subtil de humor, sarcasmos e drama que proporcionam uma leitura muito estimulante e refrescante.

  • 0 out of 5
    1.200Kz 1.000Kz

    Caracterizado pela subtil simplicidade que envolve a poética de Ângelo Reis, “Um Dia Depois De Amanhã” carrega consigo uma significância que nos assalta aos olhos de tão intensa e necessária, dando-nos a sensação de pertencimento, tanto à obra literária quanto a própria vida do poeta, o que nos permite conhecê-lo por meio de seus versos e/ ou poemas, despertando em nós a vontade de estarmos com ele em seus passeios poéticos sem vontade de pausa ou pouso, mas de voos além-horizontes.

  • 0 out of 5
    1.800Kz 1.440Kz

    ‘‘A igualdade no mundo é um motivo de grande e constante luta. Ora, direitos iguais nem sempre são justos. Por falar em justiça, Luís Rosa Lopes convida-nos a morar na pele de Chamua Muacefo, e conhecer por meio das suas emoções a pluralidade egoísta e vingativa do mundo actual. Um livro que une as leis morais e a tradicional, para retractar de uma maneira concisa o modo como os seres humanos resolvem e lidam com seus problemas. Em ‘’Tsháhua Tsháhuilê’’, podemos perceber que, a morte nem sempre é o fim da vida, mas muitas vezes o decorrer dela…’’

  • 0 out of 5
    2.400Kz 1.920Kz

    “Retratos” contém uma longa experiência de ocorrências comuns, mas vividas sempre de forma diferente por cada um que vive esses eventos. Nele ou autor consegue transmitir com vocábulos simples de linguagem popular, imagens e filhos de realidades que, decerto, reproduzem uma leitura mais atraente, porque alguns até parecem direccionados, de modo específico, para cada leitor.

  • 0 out of 5
    1.800Kz 1.440Kz

    Nos versos de “Outros Sorrisos Nos Nossos Lábios” ou autor de fala do que sente e revela o seu estado de espírito de um modo que é estranho ao homem em geral, que muitas vezes é considerado pelos mesmos sentimentos e sensações, mas que não é capaz de revelar a mesma forma. Kiocamba Cassua mostra ao leitor, como tema, coisas que rodeiam, interiorização, que é externo e trata de uma forma sentida, expoente ou resultado, de um modo geral, completamente transformado à sua maneira: revela um mundo publicado por si, a partir de um mundo que passa ao lado.